Começando o Dia

De segunda a sexta-feira, das 8 às 9 horas Apresentação: Alexandre Machado

Obra comemora o centenário de Maria Bonita

Em "Bonita Maria do Capitão", Vera Ferreira resgata a história de sua avó, a mulher do cangaceiro Lampião

Literatura

11/01/12 11:51 - Atualizado em 11/01/12 11:51

Em comemoração ao centenário de Maria Bonita, Vera Ferreira lança o livro "Bonita Maria do Capitão", que resgata a trajetória da mulher do cangaceiro Lampião. Em entrevista ao "Começando o Dia", a jornalista fala sobre a obra que dá luz a vida de sua avó.
 
Nascida e criada no sertão baiano, numa cidadezinha chamada Malhada da Caiçara. Maria de Déa, mais conhecida como Maria bonita, casou-se ainda na adolescência, preste a completar 16 anos, com o sapateiro Zé de Nenê. A união não durou muito, há relatos de que o marido era pacato demais para a animação da mulher.
 
Além do mais, o marido era estéril e a diferença de temperamento tornou-se insuportável. Mas a verdadeira história de Maria Bonita tem início no fim de 1929, quando o temível Rei do Cangaço no sertão, Virgolino Ferreira da Silva, o Lampião, aos 32 anos, cruzou o seu caminho.
 
 

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.

Comentários

Compartilhar